segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Taylor e Fayol

Cap. 3 - Administração Cientifica é a ênfase nas tarefas foi criada por Taylor no começo do século XX. (1856 – 1915). Ele teve inúmeros seguidores e provocou uma revolução no pensamento administrativo e no mundo industrial de sua época, sua preocupação básica foi eliminar o desperdício e elevar os níveis de produtividade através da aplicação de métodos e técnicas da engenharia industrial. Taylor nasceu na Filadélfia nos Estados Unidos, vindo da família Quaker de princípios rígidos e foi educado dentro de uma mentalidade de disciplina, devoção ao trabalho e poupança. Primeiro período de Taylor foi sobre a racionalização do trabalho do operário, por meio do estudo de tempos e movimentos. Objetivos pagar melhores salários e reduzir custo unitário de produção; empregados têm que ter treinamento e condições adequadas para que as normas possam ser cumpridas. Segundo período foi à conclusão da racionalização do trabalho operário e a estruturação geral da empresa para tornar-se coerente os seus princípios. Taylorismo foi à maximização da eficiência industrial com base na melhoria da eficiência de cada operário para provocar a melhoria em toda empresa. Administração é ciência, em lugar de empirismo; Harmonia, em vez de discórdia; cooperação, não individualismo; rendimento máximo, em lugar de produção reduzida; desenvolvimento de cada homem, no intuito de alcançar maior eficiência e prosperidade. As bases de aplicação: Estudo de tempos e definição de padrões de produção; Supervisão funcional; Padronização de ferramentas e instrumentos; planejamento das tarefas e dos cargos; princípios da execução; Utilização da régua de cálculos e de instrumentos para economizar tempo; Fichas de instruções de serviço; Premio de produção pela execução eficiente das tarefas; Definição da rotina de trabalho. ORT – Organização Racional do Trabalho Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos; Estudo da fadiga humana; Divisão do trabalho e especialização do operário; desenho de cargos e de tarefas; Incentivos salariais e prêmios de produção (homoeconomicus); Condições ambientais de trabalho, como iluminação, temperatura e conforto etc.; Padronização de métodos e de máquinas; Supervisão funcional. Os objetivos dos estudos de tempo e movimentos são: Eliminação de todo o desperdício de esforço humano; adaptação dos operários à tarefa; treinamento dos operários; especialização do operário; estabelecimento de normas de execução do trabalho. Estudos de fadiga Humana são: Eliminar movimentos inúteis na execução de uma tarefa; Executar – do ponto de vista fisiológico – os movimentos úteis com a maior economia de esforço e tempo; Dar aos movimentos uma seriação apropriada e economia de movimentos.


Cap. 4 – Administração Clássica é a ênfase na estrutura foi fundada pelo engenheiro Frances Fayol que nasceu em Constantinopla. (1841 – 1925). Uma abordagem sintética, global e universal da empresa, inaugurando uma abordagem anatômica e estrutural que rapidamente suplantou a abordagem analítica e concreta de Taylor. Fayol salienta que toda empresa apresenta seis funções: Funções técnicas: relacionadas com a produção de bens ou de serviços da empresa. Hoje o nome de área de produção e Manufatura ou Operações; Funções comerciais: relacionadas com a compra, venda e permutação. Hoje área de vendas/ marketing. Funções Financeiras: relacionadas com a procura e gerencia de capitais; Funções Segurança: relacionadas com a proteção e preservação dos bens e das pessoas; Funções Contábeis: relacionadas com controles, inventários, registros, balanços, custos e estatísticas; Funções Administrativas: relacionadas com a interação de cúpula das outras cinco funções. As funções administrativas coordenam e sincronizam as demais funções da empresa, pairando sempre acima delas. A visão de Fayol sobre as funções básicas da empresa está ultrapassada. Segundo Fayol, as funções da administração “P.O.D.C” é Planejar, Organizar, Dirigir e Controlar. Conceito de administração: Prever; Organizar; Comandar; Coordenar; Controlar. Princípios gerais de administração para Fayol: 1) Especialização no trabalho, o que geraria melhorias contínuas; 2) Autoridade, com linha hierárquica claramente definida; 3) Disciplina, com os subordinados acatando as ordens dos superiores sem questionar; 4) Unidade de comando, como no Exército; 5) Unidade de direção, com planos fáceis de executar, de preferência por comando verbal; 6) Subordinação dos interesses individuais aos interesses da empresa; 7) Remuneração justa; 8) Centralização, com a consolidação das funções de gestão em uma única área; 9) Linha de comando formal ou Cadeia escolar, claramente definida; 10) Ordem, com pessoas e materiais em seus devidos lugares; 11) Equidade, com tratamento igual a todos; 12) Estabilidade do pessoal, Manutenção de emprego apenas para os bons trabalhadores; 13) Iniciativa, estimulando aqueles que tinham idéias; 14) Espírito de equipe, a empresa acima de tudo.

Taylor - Administração Científica - ênfase em Tarefas: Aumentar a eficiência da empresa por meio do aumento de eficiência ao nível operacional.

Fayol - Administração Clássica - ênfase em Estrutura: Aumentar a eficiência por meio da forma e disposição dos órgãos componentes da organização e das suas inter-relações estruturais.

2 comentários:

  1. Excelente texto parabens...

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada me ajudou muitoo, para uma prova de ADM. parabens..

    ResponderExcluir